sexta-feira, 13 de julho de 2007

Where is the love?

"Nunca desperdicei tempo a amar.
Mesmo nos amores em que não venci...
Como numa batalha, de um amor fica sempre a história para contar, a memória para a gravar e as vezes as feridas para lamber...
mas o essencial esteve lá...o Amor..."


Ora, aqui está mais um dos meus pensamentos básicos(também a cabecinha não me deixa ir mais longe), mas que definem um pouco a forma de estar e de encarar esse mui nobre sentimento, tao vulgarizado e mal tratado:- o Amor

1 comentário:

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.