terça-feira, 2 de outubro de 2007

Escritos

"Nunca conheci ninguém como tu. És dificil de entender...
mas a mais doce, meiga e deliciosa criatura que cruzou a minha vivência..."

Sem comentários: