quarta-feira, 10 de outubro de 2007

Parabéns!



"A tarde estava tal e qual hoje.
Um antecipado Verão de S.Martinho, com um Sol que iluminava ainda mais a tua Aura.
Tremia mas estava determinado. Iria roubar-te um beijo!

Agarrei numa flor.
Fui contigo, pela rua de sempre.

Caminhamos, agarrei-te e beijei-te. Ficaste com tédio. Afinal o beijo foi roubado!
Roubar para comer(alimentar a Alma) não é pecado. Foi assim que me ensinaram na catequese.
Ficou-me o prazer do instante. Até hoje. Tão delicioso é um beijo roubado.
De lá até aqui passamos Estações de cada ano:
-Crescemos como a Primavera. Vibramos como o Verão. Renovamos-nos depois de caídas as folhas de Outono. Atravessamos o cinzento do Inverno. Afinal vivemos!

Obrigado por existires! Parabéns, por seres quem és, como és!
...Desde aquela tarde, com um beijo roubado, em que me marcaste a Alma.

Desde aquela tarde que vivo contigo todos passos de um trilho que nos juntou num beijo roubado!"

2 comentários:

Anónimo disse...

... é assim k se constrói uma verdadeira história de amor..

Susana Oliveira disse...

chorei. dDos textos mais lindos que já li