segunda-feira, 5 de novembro de 2007

Saudade

Ontem senti a vossa falta.
Da luta, do cíume, da "ganância" de querer um mimo mais que o outro.
Nos momentos que precisei de vos falar sempre ficaram á minha espera.
Afinal todos os dias, fosse qual fosse o meu tempo de chegada, estavam ali.De "sorriso" e cheios de satisfação pelo nosso reencontro. Estas ocasiões só foram interrompidas pelas vossas noites de folia maior. Ás vezes dias!
Mas voltaram sempre.Ou quase...
O Mário poupou-nos a dor da despedida. Foi embora e nunca mais vai voltar.
Nicolau, "Meu Cão!", deixaste-te adormecer no teu cantinho...
Ontem senti a vossa falta. Aqueles instantes em que nos sentavamos ao luar e "falavamos". Em que me ouviam...
Afinal sempre fomos fíeis amigos.
Ontem queria ter-vos para mais uma conversa.
Ontem senti a vossa falta.
Obrigado pela Amizade!

Sem comentários: