quinta-feira, 17 de julho de 2008

GPS

"Quem tem boca vai a Roma!", e se assim é para que é que eu preciso de um GPS???
Pois bem, eu explico: Preciso de um GPS porque se páro na rua para perguntar onde fica determinado lugar, a qualquer zeloso cidadão português, recebo um conjunto de indicações que pecam por excesso!
Fui ao Porto, e para me dizerem que teria de andar 500 metros e virar á direita, a zelosa senhora disse:
- Você vai sempre, sempre em frente. Sempre, sempre a descer. Vai ter uma estrada á sua direita e vira aí.
E eu, atento á fidelidade das indicações fui sempre, sempre em frente e virei na rua que tinha á direita mas depois de fazer 2 ou 3 km !!!
Claro, parei junto de mais um GPS de berma de estrada e questionei sobre o local onde pretendia chegar.
- Tem de ir para trás. O senhor dá a volta e vai sempre, sempre em frente...o resto já imaginam.
Quero um GPS. Ou um dicionário com conversor de expressões de GPS de berma de estrada.
(Cheguei e encontrei o destino que procurava. Quem tem boca vai a Roma!)

3 comentários:

PontoGi disse...

Ahahahahahahahahahah!Muito engracado. Ja passei por isso, o que explica a quantidade de vezes k andei em sentido contrario!

Sarinha disse...

A expressão 'sempre enfrente' do português é o que faz a confusão, o 'sempre' é tão subjectivo...

flávia disse...

Jorge, vai por mim, compra um GPS. Passas a viajar mais descansado. Foi um dinheirinho que dei por muito bem empregue. Mas também só compensa se viajas muito, que é o meu caso agora. Senão, é como tu dizes: quem tem boca...