sábado, 5 de julho de 2008

Nem "certo" nem "seguro"!

Segundo notícia a agência Lusa "O Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol confirmou hoje a despromoção do Boavista à Liga de Honra e manteve a suspensão de dois anos a Pinto da Costa, no âmbito do processo Apito Final." Isto "apesar de o presidente do CJ, António Gonçalves Pereira, ter encerrado a reunião às18:00 de sexta-feira, os restantes cinco conselheiros prosseguiram-na sem a presença do presidente e do vice-presidente Elísio Amorim e confirmaram as decisões da Comissão Disciplinar da Liga Portuguesa de Futebol Profissional. " Há a acrescentar que "Gonçalves Pereira é também vereador na Câmara Municipal de Gondomar, que tem como presidente Valentim Loureiro. As penas aplicadas pela CDda LPFP colocaram o FC Porto em risco de ser excluído da Liga dos Campeões da próxima época, mas o Comité de Apelo da UEFA contrariou a decisão da primeira instância e admitiu o tricampeão nacional, alegando que uma decisão do CJ da FPF não seria produzida em tempo útil."

No âmbito da disciplina de Teoria Geral do Direito Civil aprendi com a Drª Fernanda Rebelo que "a justiça não tem de ser justa. Tem de ser certa e segura."
Pois este caso parece-me que lhe falta certeza e segurança jurídica. Em contraponto parece-me que se faz justiça. (estranho!)

3 comentários:

AP disse...

Não era Dra Fernanda Rebelo???

Jorge Rita disse...

Ja esta devidamente corrigido...

flávia disse...

É o "escrever certo por linhas tortas"? Eu continuo a achar a pena do FCP uma brincadeira... em qualquer outro país dava direito a despromoção.