segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Não...Não...pumba!(o Cristo lá em cima não te deu ouvidos)

Cenário:
-1 Comboio semi-cheio de passageiros em silêncio e mortinhos por chegar a casa depois de um dia de trabalho.
-2 pessoas (um eu e outro um tipo que entra na mesma estação que eu e que já conheço e é um chato de 1ª)


"Senhores passageiros o comboio procedente do Porto com destino a Braga vai dar entrada na linha número 1. Faz paragem em todas as estações e apeadeiros".

Sossegadito aguardo quando avisto o segundo interveniente.
Penso para mim: "Jorge estás fodido!.."
Mas não. Surpreendentemente numa gare onde só estava eu e mais duas pessoas, incluindo o segundo interveniente, sou ignorado. "ufa, safaste-te" pensei eu.
Entro no comboio, sento-me num lugar vago e o individuo percorre toda a carruagem. Há lugares vagos. Faz o percurso (na totalidade!) num sentido e depois inverte a marcha. De relanço vejo-o ao longe e mergulho no jornal para ler as noticias velhas...
De esguelha reparo que ignora os muitos lugares ainda vagos...Começo a ficar alarmado...
De súbito confirmam-se os meus temores!
"Rita, por aqui!!" (não!!!estava na Cochichina e ele encontrou-me ali!!!Queres ver que tenho um gémeo e não sabia..é o meu holograma!)
"olá" digo eu com ar resignado e em tom baixo.
"Então, o teu clube! Tu és deste clube não és??!! eu sei que és deste clube." (eu ainda silenciado) "...e o teu chefe, que é fulano! E os teus colegas, Fulano e Sicrano, que disseram isto e aquilo!"
"e vocês?? Ahhh, ganham muito dinheiro...ai devem ganhar tanto. Eu ganho só X...E no vosso trabalho é assim e assim..."
Eu limitava-me a continuar a olhar para o jornal, a debitar monossílabos tipo "mmm...mmm".

Em 15 minutos de viagem todo o comboio ficou a saber quem eu era, o que fazia, supostamente qual o meu clube e a imaginar quanto é que eu ganhava porque o FDP não falava...berrava!!!"

Diria alguém que é o chamado poder da atracção. Tanto desejei que o tipo não se sentasse ao meu lado que ele acabou ali a fazer o cenário que eu imaginara quando o avistei na primeira vez que os meus olhos o registaram.
Só a mim!
(no decorrer da viagem além do animal falante apenas a senhora dentro do comboio dizia "Estação X", quando o comboio efectuava uma paragem. Nem mais um pio...Ai a minha sorte!!!...)

9 comentários:

Salto-Alto disse...

Porra! Que azar! Não gosto nada de ssa gente... E parece que nada do que a gente faça ou diga (ou não faça ou não diga) os afasta!

:S

Beijocas com paciência para ti! xD

Ianita disse...

Ele há coisas...

kiss :)

Miss Kitty disse...

Que terror!;)

*BJS*

flá disse...

E se lhe tivesses dado uma murraça nas fuças para calá-lo de vez achas q alguém teria reparado? LOL

O desgraçado só queria a tua atenção, o teu carinho... custava muito responder a berrar pro resto do comboio ouvir: "E a vaca da tua mãe como vai? E a puta da tua mulher continua a encornar-te??". Garantidinho que o tipo levantava-se de fininho e fingia nem te conhecer. (ei, desculpa chafurdar com ordinarices o teu blog).

Jorge Rita disse...

Pensei em tudo Flá!Fuças, na maezinha dele e em muitas outras coisas mas no instante pensei:"ó deixa-o tar...coitado"
Mas Dasse CHAAAATTTTOOOO!!!!
E pior é como diz a Saltos, sao cada vez mais e não percebem que estão a mais...

Anónimo disse...

Transportes públicos é assim. Coisa de pobre, não?

Jorge Rita disse...

anonimo, transportes publicos sim e coisa de pobre também. mas confortavel e parece disco ao sábado á noite: muita cara laroca. ehehehehhehe

flá disse...

Eu não acho coisa de pobre, mas sim coisa de gente inteligente: se for daqui para o Porto fica bem mais barato, ecológico e fácil do que indo de carro.

Transportes públicos são "in"!

Bruno Marques disse...

Há dias em que tudo corre mal! :) Isso realmente é uma situação traumatizante...
Há pessoas que não são nada discretas. E eu que adoro estar no meu cantinho sossegado, certamente ficaria muito incomodado com uma situação destas.
Resta-me desejar-te boa sorte numa próxima viagem de comboio! :)