segunda-feira, 17 de novembro de 2008

«Bater no fundo»

A força desta expessão toma real significado quando perguntamos a alguém:
"-Olha lá, eu são tão chato(a) como o André Sardet quando digo que gosto de ti???"
E do outro lado ouvimos como resposta:
"-Ás vezes(devem ser muitas) porque gostas só porque gostas"
"-...... :) "

A solução dou-vos eu: resmunguem para o vosso interior "- Preferia fazer de Popota no dueto com o Tony Carreira!"(não deixam de bater no fundo mas a Popota é mais cheiinha.)

;)

PS- Pensei em deixar aqui o video ou o som com a musica "Adivinha quanto gosto de ti" mas não me apetece ser apedrejado. Fica para a próxima!

7 comentários:

flá disse...

Tenta algo AC/DC para a próxima.

Eu ouvi dizer que o André Sardet tinha feito este disco pra filha...
A música a mim não me chateia minimamente porque simplesmente... não a oiço em lado nenhum :D

ânimo

Bruno Marques disse...

Os homens nunca são chatos. São persistentes!!!!

Salto-Alto disse...

LOL! Eu não conheço a música!

PontoGi disse...

Estou com a fla!

Jorge Rita disse...

Convido-vos a escutar. Mas depois não venham reclamar sim??!!
(eu sou forçado a ouvir!)

Cor do Sol disse...

Vá, eu não gosto do homem, mas o cd é um cd de múscia infantil.

Acho que ainda não caiu a moeda a muita gente.

É como ouvir um cd da Carochinha, mas com o Sardinha (comodizemosmeusputo) a cantar.

E sim, eu recuso.me a pô-lo a tocar na minha sala.lol.

Claudia Sousa Dias disse...

não sei quem é a Popota nem nunca vi...quanto ao Tony não há nada a dizer...beijinhos

;)


CSd