sexta-feira, 17 de abril de 2009

Em ano de eleições o Zé devia estar atento a isto...

"A sesta pode vir a ser declarada obrigatória para quem trabalhe por turnos na Dinamarca como forma de motivar os trabalhadores. A medida já existe em 1800 empresas e vai agora ser aplicada por lei. Os trabalhadores de turnos nas áreas da Saúde e Assistência Social da província mais a norte da Dinamarca vão passar a ter direito a uma sesta remunerada no trabalho, num período não superior a 20 minutos.
Esta medida mandatária pode vir a ser aplicada pelo executivo de Copenhaga em todo o país se os resultados forem positivos.
As sonecas remuneradas são actualmente oferecidas de forma voluntária por mais de 1800 empresas, que, com esta medida, registaram aumentos de rentabilidade e uma redução drástica de enganos, acidentes de trabalho, situações de fadiga e faltas por doença.
Esta ideia faz parte de um pacote de medidas destinado a manter os empregados motivados, ao abrigo da flexisegurança dinamarquesa, e inclui outros direitos, como por exemplo um dia de baixa pela morte do animal doméstico." in TSF

Por cá falasse do exemplo do crescimento económico da Irlanda, dos sistemas de saúde da Suécia, dos bancos da Suíça e da estabilidade financeira da Noruega.. E a DINAMARCA Ah??? Se eles com o frio tem necessidade de sesta e nós???? Com o tempo como anda, sol-frio-chuva-sol-neve-maisneve-solfrio-chuva a gente não tem sesta???

3 comentários:

Sayuri disse...

E mais: os turnos na Dinamarca devem corresponder +ara aí a 6 ou 7 horas diárias...
Sesta preciso eu que ando a trabahar 10 e 11 horas seguidinhas, non stop!

Lady disse...

Seria mais que perfeito!! E aturar miúdos depois de almoço??? Trocava a minha sesta pela deles :)

Anónimo disse...

Como compensação por tantos anos sem sonecas, deviamos ter direito a 120 minutos de sesta... mmmmmmmmmmmaravilha!!
G